Diazepam 5 mg – Valium – Caixa 30 Cps

R$40,50 no pix R$45,00 Em até 3x de R$16,52 Com JurosMais formas de pagamento 1x de R$45,00 sem juros2x de R$24,20 3x de R$16,52

Produto em estoque na Cidade de São Paulo

Pedidos confirmados até às 12:00 hrs é enviado no mesmo dia (Seg a Sex)


Cada cp contém:
Diazepam ……………5mg.
Excipientes…………………………………cs

Calcule o prazo e valor do frete deste produto

Produtos Relacionados

Descrição

O que é o Diazepam?

O diazepam é um medicamento da classe das benzodiazepinas, conhecido comercialmente como Valium. Foi sintetizado pela primeira vez por Leo Sternbach e introduzido no mercado pela Hoffmann-La Roche em 1963. Diazepam é utilizado por suas propriedades ansiolíticas, anticonvulsivantes, relaxantes musculares e sedativas. Devido à sua ampla gama de efeitos terapêuticos, é um dos benzodiazepínicos mais prescritos no mundo.

Mecanismo de Ação

O diazepam atua no sistema nervoso central, ligando-se aos receptores GABA-A. O GABA (ácido gama-aminobutírico) é o principal neurotransmissor inibitório do cérebro, que reduz a excitabilidade neuronal. Quando o diazepam se liga aos receptores GABA-A, ele aumenta a afinidade do GABA pelos seus receptores, resultando em uma maior abertura dos canais de cloro. Isso provoca a hiperpolarização das membranas neuronais, diminuindo a excitabilidade dos neurônios e resultando em efeitos sedativos, ansiolíticos, anticonvulsivantes e relaxantes musculares.

Usos e Indicações

  1. Transtornos de Ansiedade:
    • Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG): O diazepam é frequentemente prescrito para reduzir os sintomas de ansiedade, incluindo nervosismo, tensão, e preocupação excessiva.
    • Transtorno de Pânico: Utilizado para prevenir e tratar ataques de pânico, que são episódios súbitos de medo intenso acompanhados de sintomas físicos como palpitações, sudorese e sensação de sufocamento.
    • Transtorno de Ansiedade Social: Ajuda a reduzir a ansiedade extrema em situações sociais ou de desempenho, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.
  2. Insônia:
    • Indução do Sono: Diazepam pode ser usado para tratar insônia de curto prazo, ajudando a induzir o sono e melhorar a qualidade do sono. Não é recomendado para uso prolongado devido ao risco de dependência.
  3. Espasmos Musculares:
    • Relaxante Muscular: Prescrito para aliviar espasmos musculares dolorosos causados por condições como lesões musculoesqueléticas, esclerose múltipla ou paralisia cerebral.
  4. Epilepsia e Convulsões:
    • Anticonvulsivante: Utilizado no tratamento de emergência de convulsões, incluindo estado epiléptico, que é uma condição potencialmente fatal caracterizada por convulsões contínuas.
  5. Síndrome de Abstinência de Álcool:
    • Alívio dos Sintomas: Eficaz no manejo dos sintomas de abstinência de álcool, como tremores, ansiedade, agitação, e convulsões, ajudando a estabilizar o paciente durante a desintoxicação.
  6. Procedimentos Médicos:
    • Pré-medicação: Utilizado como sedativo e ansiolítico antes de procedimentos médicos ou cirúrgicos para reduzir a ansiedade e induzir a sedação.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais do diazepam podem variar em severidade e incluem:

Efeitos Colaterais Comuns:

  • Sonolência e Sedação: Um dos efeitos mais comuns, que pode interferir na capacidade de realizar atividades que exigem atenção, como dirigir.
  • Tonturas e Fraqueza: Sensação de tontura, fraqueza ou instabilidade.
  • Alterações de Humor: Podem ocorrer euforia, irritabilidade, ou depressão.
  • Distúrbios Gastrointestinais: Náuseas, vômitos, diarreia ou constipação.

Efeitos Colaterais Graves:

  • Depressão Respiratória: Em doses elevadas ou quando combinado com outros depressores do SNC, como álcool ou opioides, pode causar depressão respiratória.
  • Dependência e Tolerância: Uso prolongado pode levar ao desenvolvimento de dependência física e psicológica. A tolerância pode se desenvolver, necessitando de doses maiores para obter o mesmo efeito terapêutico.
  • Sintomas de Abstinência: Interrupção abrupta do diazepam pode levar a sintomas de abstinência, como ansiedade, insônia, irritabilidade, tremores e, em casos graves, convulsões.

Considerações Importantes

Potencial de Dependência:

  • Uso Prolongado: Diazepam pode causar dependência física e psicológica se usado por longos períodos ou em doses elevadas. É importante seguir as orientações médicas e evitar o uso prolongado sem supervisão.
  • Descontinuação Gradual: A interrupção do tratamento deve ser feita gradualmente, sob supervisão médica, para evitar sintomas de abstinência.

Uso em Populações Especiais:

  • Idosos: Pacientes idosos são mais suscetíveis a efeitos colaterais, como sedação excessiva, tontura e confusão. Doses mais baixas são recomendadas.
  • Comprometimento Hepático ou Renal: Pacientes com disfunção hepática ou renal podem necessitar de ajustes de dose devido à redução na eliminação do medicamento.
  • Gravidez e Lactação: O diazepam atravessa a placenta e é excretado no leite materno. O uso durante a gravidez e lactação deve ser evitado, a menos que absolutamente necessário e sob orientação médica.

Interações Medicamentosas:

  • Depressores do SNC: O uso concomitante com álcool, opioides, outros benzodiazepínicos ou barbitúricos pode aumentar o risco de depressão respiratória e outros efeitos adversos.
  • Medicamentos que Inibem Enzimas Hepáticas: Podem aumentar os níveis de diazepam no sangue, potencializando seus efeitos e aumentando o risco de toxicidade.

Conclusão

O diazepam, comercializado como Valium, é um benzodiazepínico amplamente utilizado para tratar uma variedade de condições, incluindo transtornos de ansiedade, insônia, espasmos musculares, convulsões e síndrome de abstinência de álcool. Seu mecanismo de ação envolve a potencialização do efeito inibitório do GABA no sistema nervoso central, proporcionando efeitos calmantes e relaxantes. No entanto, devido ao seu potencial de dependência e efeitos colaterais, o uso do diazepam deve ser cuidadosamente monitorado por um profissional de saúde. A avaliação dos riscos e benefícios, bem como